5/12/2021 10:43

Braz espera novo técnico do Flamengo para planejar reforços

Braz espera novo técnico do Flamengo para planejar reforços

Marcos Braz durante a eleição do Flamengo — Foto: André Durão

Com a vitória de Rodolfo Landim na eleição, o Flamengo espera aprovar nesta semana o orçamento para 2022 e intensificar a busca pelo novo treinador. A ideia é que seja um estrangeiro, e o clube vê com bons olhos que traga consigo uma comissão numerosa, como aconteceu na época de Jorge Jesus. A contratação de reforços só deve acontecer a chegada do novo comandante.



A diretoria já começou a fazer alguns contatos, principalmente de opções em Portugal.

- Se a gente quer trazer um técnico com uma comissão técnica mais robusta, acho que o prudente é o técnico falar de posição quando ele chegar. Ele analisar um pouco o elenco para que aí sim, dentro de um diagnóstico dentro do próximo técnico, a gente chegar e se posicionar também. Isso não quer dizer que não tenhamos as nossas análises. É muito pouco inteligente da nossa parte entrar no mercado antes de ter a contribuição do próximo técnico - disse o VP de futebol Marcos Braz.


LEIA TAMBÉM: Novo comandante? Flamengo teria acerto verbal com técnico português para 2022, diz site


O Flamengo ainda tem dois compromissos nesta temporada, os jogos contra o Santos, nesta segunda-feira, no Maracanã, e Atlético-GO, na quinta.

Outros trechos da entrevista coletiva de Braz:

Viajaria para buscar técnico?


- Sempre tem essa possibilidade, é um negócio que gosto muito de tratar no olho no olho. Temos compromissos segunda e quinta-feira, mas só vamos tratar dessa programação mais efetiva após o término do Brasileiro.

Calendário duro em 2022

- Os jogadores segunda-feira estarão ainda jogando normalmente os que podem jogar. Quem precisa fazer procedimento ou algumas ações serão feitas já nessa semana antes de entrarem em férias. Com certeza entrarão em férias porque vamos ter um calendário muito duro em 2022, oito Datas Fifa. E o problema não é só sempre a data do jogo. O jogo subsequente também sofre muito e tem muita perda. Vai ser uma temporada muito difícil de novo, mas tenho certeza absoluta que vamos trabalhar para que os resultados sejam diferentes.


Ajustes no departamento de futebol

- Não é falácia. A gente vai fazer os ajustes que tem que fazer. Com certeza até quando se ganha tem erro. A gente vai fazer esses ajustes, a torcida do Flamengo pode acreditar nisso. Vamos fazer mea-culpa de várias situações e vamos para frente.

Tivemos três anos o maior acidente da história dos 126 anos do Flamengo em 30 dias de gestão. É um acidente que é irreparável. A gente vai conviver com isso por muito tempo. A gente passa 2019 com brilho na parte esportiva, vem a maior crise sanitária do mundo, e a gente perde receita, perde o público, perde a força da torcida, que sempre fez parte da história e sempre foi muito importante para o Flamengo. Passamos por tudo isso. O Flamengo perdeu um Mundial na prorrogação, perdeu uma Libertadores na prorrogação, mas ganhou dois Brasileiros, uma Libertadores, Supercopa, Recopa... É isso que a gente precisa, é isso que a torcida que quer.

Bola pra frente, reconhecer e conviver com alguns erros que teremos pela frente.

Reformulação e avaliação do próprio trabalho

- É um processo natural. Quando você traz um técnico com comissão técnica mais robusta, já passa por isso ao natural. A gente, com calma, escolhendo técnico e comissão, vai avaliar. Todo mundo é avaliado sempre. Eu sou avaliado pelo presidente Landim. As pessoas que estão aqui no Flamengo são avaliadas sempre. Vamos analisar todos os pontos. Quando se ganha, não está tudo certo. Quando se perde, também não pode querer ter a certeza que está tudo errado. Temos mea-culpa em algumas situações, são decisões diárias que você tem de tomar sob pressão. São três anos que têm um saldo muito positivo, e é por isso que eu acho que o presidente Landim me reconduziu ao cargo. Sempre o deixei à vontade. Quem trabalha no governo no final meio que deixa para o governador ou o prefeito para fazer seu secretariado.

Se arrepende de não ter aceitado a demissão quando Renato entregou o cargo?

Rogério Ceni me entregou o cargo duas vezes, e a gente acabou campeão brasileiro. Acho que não é justo comigo essa pergunta. São três anos para frente, e é vida que segue.

Saída de Renato



- Teve um fato em que a gente se encontrou, e ali ficou uma conversa entre eu, Renato e outras duas pessoas. Ali foi dado o desfecho. É vida que segue.


Críticas ao departamento médico

- Quem está no Flamengo tem que aprender a conviver com as críticas, acho que você tem de tirar sempre proveito delas. Em relação ao DM, a técnicos, somente depois de terminar o Campeonato Brasileiro. Se teve algum erro, a gente faz as correções e os ajustes. Não pode querer achar que está tudo errado quando perde ou que está tudo certo quando ganha.

Braz, novo, técnico, Flamengo, planejar, reforços

1884 visitas - Fonte: globoesporte


VEJA: Alvo de Flamengo e São Paulo, Soteldo negocia com novo clube para 2022

CONFIRA: Barcelona desiste de negociar goleiro especulado no Flamengo

E MAIS:

CEBOLINHA NO FLAMENGO OU PALMEIRAS? LISTA PRO MUNDIAL; DIEGO COSTA VEM HJ? ANDREAS: MICHAEL E MAIS














Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Carioca

Quarta - 12:00 - Maracanã - Record
Flamengo
Portuguesa-RJ

Último jogo - Brasileiro

Quinta - 21:30 - Arena do Dragão
Atlético-GO
2 0
Flamengo