Flamengo gerou mais receita em vendas do que gastou em contratações.

22/2/2024 21:26

Flamengo gerou mais receita em vendas do que gastou em contratações.

Gestão financeira responsável: Flamengo gera mais receita em vendas do que gasta em compras desde 2019.

Flamengo gerou mais receita em vendas do que gastou em contratações.

Após a apresentação oficial de Viña pelo Flamengo na última segunda-feira, Marcos Braz e Bruno Spindel deram entrevista coletiva no Ninho do Urubu. Um dos temas abordados foi o financeiro, e enquanto o vice de futebol explicava que o R$ 1 bilhão de receita dos balanços do clube não chegam líquidos para o futebol, o diretor executivo deu uma declaração para demonstrar a responsabilidade da gestão que despertou a curiosidade de torcedores rubro-negros: - Se for olhar na gestão do presidente Landim, eu não tenho de cabeça agora somando os valores desse ano, mas o Flamengo gerou mais receita de transferência de venda do que investiu em compra. A gente é extremamente responsável na gestão e na condução financeira do departamento de futebol - afirmou Spindel. O ge levantou os dados para checar e, de fato, a informação procede. Desde 2019, primeiro ano da gestão Rodolfo Landim, até agora, o Flamengo gerou mais receita em vendas do que gastou em compras de jogadores. Foram R$ 938,1 milhões investidos em aquisições de direitos econômidos (sem contar luvas e comissões) e R$ 977,9 recebidos em transferências feitas pelo Rubro-Negro. A reportagem levou em consideração os valores que o clube levou em cada negociação .

Flamengo já vendeu quase R$ 1 bilhão em jogadores desde 2019 — Foto: Infoesporte
Flamengo já vendeu quase R$ 1 bilhão em jogadores desde 2019 — Foto: Infoesporte

Veja todas as vendas por ano: 2019 Cuéllar (Al-Hilal-ARA): R$ 30 milhões Léo Duarte (Milan-ITA): R$ 29,3 milhões Jean Lucas (Olympique de Marselha-FRA): R$ 27,7 milhões Henrique Dourado (Henan Jianye-CHI): R$ 15 milhões Uribe (Santos): R$ 5,5 milhões Trauco ( Saint-Etienne-FRA): R$ 2,4 milhões Matheus Sávio (Kashiwa Reysol-JAP): R$ 2,3 milhões... (continuação do texto)

Cuéllar foi o maior lucro em 2019 — Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
Cuéllar foi o maior lucro em 2019 — Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

2020 Reinier (Real Madrid-ESP): R$ 109 milhões Pablo Marí (Arsenal-ING): R$ 57,1 milhões Vinicius Souza (Lommel-BEL): R$ 16,5 milhões Caio Roque (Lommel-BEL): R$ 9,9 milhões... (continuação do texto)

Reinier foi o maior lucro do Flamengo em 2020 — Foto: Vinícius Costa/BP Filmes
Reinier foi o maior lucro do Flamengo em 2020 — Foto: Vinícius Costa/BP Filmes

2021 Gerson (Olympique de Marselha-FRA): R$ 152 milhões Rodrigo Muniz (Fulham-ING): R$ 49 milhões Yuri César (Al-Ahli-EAU): R$ 30 milhões... (continuação do texto)

Gerson foi o maior lucro do clube em 2021 — Foto: André Durão
Gerson foi o maior lucro do clube em 2021 — Foto: André Durão

2022 Michael (Al-Hilal-ARA): R$ 45,1 milhões Lázaro (Almería-ESP): R$ 36,5 milhões Willian Arão (Fenerbahçe-TUR): R$ 17,1 milhões... (continuação do texto)

Michael foi a maior venda do Flamengo em 2022 — Foto: André Durão
Michael foi a maior venda do Flamengo em 2022 — Foto: André Durão

2023 Matheus França (Crystal Palace-ING): R$ 104 milhões João Gomes (Wolverhampton-ING): R$ 103,4 milhões Mateusão (Al-Ahli-EAU): R$ 10 milhões... (continuação do texto)

Matheus França foi a maior venda do Flamengo em 2023 — Foto: Renan Oliveira/AGIF
Matheus França foi a maior venda do Flamengo em 2023 — Foto: Renan Oliveira/AGIF

2024 Matheuzinho (Corinthians): R$ 14 milhões Santos (Fortaleza): R$ 7 milhões Obs: casos como o de Richard Rios e Pepê, que hoje estão no Palmeiras e Grêmio e renderam cerca de R$ 3 milhões ao Flamengo , não entraram na conta porque foram liberados de graça para Guarani e Cuiabá, respectivamente, mantendo parte dos direitos econômicos. O lucro nessas duas transferências então foi em cima de vendas feitas por outros clubes. A diferença de R$ 40 milhões entre vendas e contratações ficaria ainda maior se levar em conta receitas com vendas de ex-rubro-negros feitas por outros times ou através do mecanismo de solidariedade da Fifa para clubes formadores. Como por exemplo os já citados casos de Richard Rios e Pepê, de valores menores, ou cifras maiores como os cerca de R$ 19 milhões da ida de Otávio do Famalicão ao Porto ou os R$ 14 milhões das revendas de Paquetá do Milan para Lyon e West Ham. O Flamengo ainda deve fazer mais um investimento nesta janela, que fica aberta até o dia 7 de março, e tem no zagueiro Léo Ortiz, do Bragantino, o seu principal alvo. A negociação se arrasta por divergências financeiras entre as partes. Por outro lado, o Rubro-Negro também está perto de vender mais um jogador e negocia Thiago Maia com o Internacional.

Léo Ortiz, do Bragantino, ainda pode ir para o Flamengo — Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino
Léo Ortiz, do Bragantino, ainda pode ir para o Flamengo — Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

477 visitas - Fonte: -


VEJA TAMBÉM
- Desfalques importantes do Flamengo na Libertadores: Arrascaeta e Pedro entre os ausentes.
- Tribunal de julgamento decide sobre pedido de efeito suspensivo de Gabigol
- Flamengo anuncia sete desfalques na equipe para partida contra o Bolívar




Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

Libertadores

Qua - 21:30 - -
X
Flamengo
Palestino

Carioca

Dom - 17:00 -
1 X 0
Flamengo
Nova Iguaçu