5/2/2013 06:57

Cleber Santana visita redação do L!Net e fala das mudanças no Flamengo

Há menos de seis meses atuando pelo Flamengo, Cleber Santana já pode perceber a diferença entre as diretorias

Cleber Santana visita redação do L!Net e fala das mudanças no Flamengo

Cleber Santana visitou a redação do LANCE!Net ontem (Foto: Reprodução LANCE!TV))

No Flamengo desde setembro, Cleber Santana chegou como solução para o meio de campo de um clube que não vivia bom momentos. A proximidade da zona de rebaixamento e o clima de eleição tornava o ambiente mais conturbado. Nessa nova fase vivida pelo Fla, o meia passou a ser reserva da equipe. Talvez, com isso teve mais tempo para observar as mudanças ocorridas com a troca de gestão. Para o jogador, a honestidade e o diálogo são fatores primordiais dos novos dirigentes rubro-negros.

– A nova diretoria chegou agora e já colocou a casa em ordem, está tudo certinho. Se dizem que vão pagar, pagam. As conversas são bem sinceras, a nova diretoria é bem aberta, isso que é importante. No ano passado o grupo tentava uma conversa com a diretoria mas não conseguia, ia passando. Tanto que entramos de férias com aquela dificuldade financeira – disse o jogador, em visita ao LANCE!Net, na manhã de ontem.
Tentando apagar o pífio ano de 2012, Cleber Santana acredita que, pela grandeza, o Flamengo não pode passar um ano em branco. Neste início de temporada o time rubro-negro está conseguindo trabalhar com mais tranquilidade e as vitórias estão aparecendo.

– Do ano passado para este saíram alguns jogadores, o Dorival está usando alguns meninos que participaram da Copa São Paulo, jogadores de qualidade, que estão compondo o grupo e jogando bem. Este ano precisamos de conquistas, pois ano passado foi complicado, difícil para a grandeza do Flamengo – disse.

Agora, o objetivo do meia é a busca pelo o espaço perdido no time titular pela mudança tática e a chegada de alguns reforços. O meia garantiu ainda que quer deixar o treinador de cabeça quente.
– Temos muitos jogadores no meio. Entendo a opção do treinador e sei que só 11 jogam. Entrei nos últimos jogos e pude ajudar. Espero fazer o meu trabalho para deixar o treinador de cabeça quente. A briga tem que ser sadia e nos respeitar uns aos outros – concluiu.

CONVERSA COM JOVEM RAFINHA

Cleber Santana afirmou que teve uma conversa marcante com o jovem atacante Rafinha, de 19 anos. Após a partida contra o Volta Redonda, em Moça Bonita, o garoto disse que precisava fazer rapidamente um gol, já que não queria voltar aos juniores.
– Depois do jogo contra o Volta Redonda, que ele fez uma jogada, chutou de esquerda e o goleiro pegou, o Rafinha chegou para mim e disse quase chorando que tinha de fazer logo um gol, pois não queria voltar para os juniores. Vi nele uma vontade de vencer e a simplicidade de reconhecer que tinha de fazer mais do que estava fazendo – recordou Cleber Santana.

DÍVIDA NÃO ATRAPALHA MEIA

O meia Cleber Santana chegou ao Flamengo do Avaí. O Rubro-Negro, na época, parcelou o valor da negociação e não quitou as pendências até agora. Segundo o jogador, a dívida não atrapalha o rendimento dele, apesar de estar fazer um papel de intermediador do Avaí com a antiga diretoria da Gávea.
– A dívida nunca me atrapalhou. Eu tentava ajudar, pois o presidente do Avaí me ligava e pedia para eu entrar em contato com o Michel Levy e eu tentava conversar para passar as necessidades deles, pois tinham que arcar com os salários e fizeram um acordo com o Flamengo, que não pagou tudo até agora – disse o meia.

A contratação custou ao Flamengo R$ 3,2 milhões, que foram divididos em quatro parcelas de R$ 800 mil. Desse montante, apenas R$ 1,2 milhão foi pago.

BATE-BOLA
Cleber Santana
Meia do Flamengo
Em entrevista exclusiva ao LANCE!Net
Tem interesse em jogar novamente na europa?

Tenho vontade de voltar para lá. Outro lugar que eu tenho muita vontade de jogar é em Dubai, mundo árabe. Recebi proposta para jogar lá há alguns anos, mas para eu sair do Brasil e ganhar a mesma coisa é melhor ficar aqui.
O que mais impressionou você ao chegar no Flamengo?
Vou comparar aos grandes como Santos e São Paulo, que atuei. Eu via sempre 10, cinco torcedores. Quando cheguei no aeroporto com o Flamengo, fiquei assustado com a quantidade de pessoas. No estádio nem se fala.

Quando jogava na europa, o Flamengo era muito conhecido pelos torcedores de lá?

Na Europa todos conhecem o Flamengo, é o primeiro com certeza. No próprio Japão, todos conhecem o Flamengo pela torcida, pela grandeza do clube e pelos ídolos. Zico, Andrade, Adílio, essas feras todas são idolatradas lá no Japão. Por conta disso, eu sempre sonhei em jogar aqui no Flamengo.
Depois que começou a jogar pelo Flamengo, sentiu diferença no assédio da torcida?

Tirei minhas férias agora no fim do ano e eu gosto de ir para o Nordeste. Paraíba, Pernambuco, Rio Grande no Norte... Foi impressionante, não consegui andar por lá, tem muitos rubro-negros.


3444 visitas - Fonte: Lancenet


VEJA TAMBÉM
- De volta ao Brasil e com futuro indefinido, Thuler terá férias antes de reapresentação no Flamengo
- Últimas notícias do Flamengo: 5 notícias do Rubro-Negro que bombaram hoje (23/05)
- De volta ao radar? Paulo Sousa teria dado aval para Fla retomar negociações com meio-campista

VEJA: Saiba quando e como serão definidos os duelos das oitavas da Libertadores e da Sul-Americana

CONFIRA: De volta ao radar? Paulo Sousa teria dado aval para Fla retomar negociações com meio-campista















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Libertadores

Terça - 21:30 - Maracanã - SBT,ESPN
Flamengo
Sporting Cristal

Último jogo - Brasileiro

Sábado - 16:30 - Maracanã
Flamengo
1 0
Goiás