28/12/2012 09:24

Fla pode começar ano sem reforços e com permanência de Love indefinida

Presidente e vice de futebol não garantem nomes de peso antes da chegada de 2013. Clube fará esforço para manter o Artilheiro do Amor

Fla pode começar ano sem reforços e com permanência de Love indefinida

O torcedor do Flamengo terá de ter paciência. O presidente Eduardo Bandeira de Mello, empossado nesta quinta-feira, e o vice de futebol, Wallim Vasconcellos, não estabeleceram prazo para anunciar reforços. A dupla prega a conduta responsável e diz que não quer iludir os rubro-negros com promessas. É possível que nenhum jogador seja contratado antes da virada do ano.
A nova diretoria busca atletas que possam chegar para serem titulares da equipe. Na última terça-feira, o clube desistiu oficialmente de Robinho. Após a primeira reunião com Adriano Galliani, vice-presidente do Milan, da Itália, e que está no Brasil para negociar o ex-santista, os dirigentes se assustaram com os altos valores apresentados para a negociação.
- Qualquer projeto que o Flamenvo vier a se meter vai ter que ter planejamento, vai ter que ter análise de custo-benefício. Acho o Robinho um tremendo jogador. Claro que nós gostarímos de tê-lo no time do Flamengo, mas não foi possível porque não conseguimos equacionar custo-benefício, estava acima das nossas possiblidades nesse momento. Espero que ele seja feliz se continuar no Milan ou se for para qualquer outro clube. A possibildade existe (de anunciar reforços antes do dia 1º de janeiro), mas não gostaria de prometer. Pode acontecer amanhã, depois de amanhã, logo depois da reapresentação. Em algum momento vamos anunciar, mas só quando estiver fechado – afirmou Bandeira de Mello.

Segundo a assessoria de imprensa da nova gestão rubro-negra, a negociação foi iniciada por conta própria pelo empresário Eduardo Uram, que repassou as condições ao Flamengo depois da primeira rodada de conversas com o Milan em viagem à Itália. O clube brasileiro teria de investir 10 milhões de euros (R$ 27 milhões) para que os italianos liberassem Robinho, mais um valor entre R$ 800 mil e R$ 900 mil de salário livres de impostos. O Flamengo não enviou nenhuma proposta para o Milan, e aguardou a chegada de Galliani para uma conversa sobre o atacante.

Wallim Vasconcellos tem trabalhado em sigilo com o diretor executivo de futebol Paulo Pelaipe. A dupla faz contato com empresários e investidores em busca de nomes de peso. Sem Robinho, o clube aponta para outros reforços. O nome que apareceu em meio ao agitado mercado de negociações foi o de Giuliano, de 22 anos, do Dnipro, da Ucrânia. O meia participou da conquista da Libertadores de 2010 pelo Internacional. Quando era diretor do Grêmio, Pelaipe chegou a tentar a contratação do jogador, mas as altas cifras inviabilizaram o negócio. No entanto, um acerto não está descartado.

Wallim diz que há conversas bem avançadas, mas que ainda não foram parar no papel.

- O mais difícil é que não tivemos tempo para contratar atletas. As negociações estão encaminhadas, apalavradas, mas não assinadas. Muita gente está de férias nessa época. A gente espera que nesta sexta-feira ou dia 2 isso possa estar decidido.

No período de transição na política do clube, a nova gestão tomou conhecimento da grave situação financeira do Flamengo. O investimento em um reforço de peso não está descartado, mas pode ocorrer somente no decorrer do Campeonato Carioca.


Problemas para contratar, problemas para manter

Além do trabalho para reforçar o time, Wallim e Pelaipe se apressam para resolver a situação de Vagner Love. O Flamengo tem uma dívida com o CSKA. Uma parte da transação do atacante foi paga à vista aos russos, e o restante seria quitado em seis parcelas, com vencimento marcado para os meses de agosto e dezembro de cada ano até 2014. O vencimento de agosto foi pago em dia, o de dezembro ainda está em aberto.

Na última quarta-feira, durante a confraternização de fim de ano dos funcionários do Flamengo, uma pessoa muito próxima e confidente de Vagner Love revelou que o atacante pode estar de saída para o Atlético-MG. Durante a temporada, Love chegou a declarar que, caso Patricia Amorim deixasse o clube, ele poderia sair também. Mas o empresário do atacante, Evandro Ferreira, já negou que a troca de presidência se torne um motivo para sair. Wallim confia na solução do caso e diz que trabalha para manter o jogador.

- Essa questão da dívida ainda não tivemos o número correto. Pedimos o número ao financeiro, mas eles ainda não deram. Contamos com o Vagner Love, ele é Flamengo de coração, sua a camisa, marca gols. Gostaria que ele ficasse. Até agora não houve indicação de que ele vai sair. Vamos acertar as pendências com o CSKA para manter o Love no elenco – afirmou o vice de futebol.

3150 visitas - Fonte: Globo Esporte


CONFIRA: Pedro testa positivo para Covid-19 e Flamengo aguarda contraprova

VEJA: STJD indefere liminar do Fla para paralisar Brasileiro durante Copa América














Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Sábado - 21:00 - Maracanã - Premiere
Flamengo
RB Bragantino

Último jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:30 - Maracanã
Flamengo
2 0
Coritiba