3/1/2013 10:23

Um mês de nova direção no Fla tem euforia da torcida, queda de Zinho e 'não' a Adriano

Um mês de nova direção no Fla tem euforia da torcida, queda de Zinho e não a Adriano

Eduardo Bandeira de Mello foi eleito presidente do Flamengo para o triênio 2013-14-15 no dia 3 de dezembro de 2012. Mesmo antes da posse, a nova diretoria já começou a trabalhar e completa um mês nesta quinta-feira com pouca coisa para comemorar. Como combustível, a euforia da torcida, que deposita expectativa no grupo de executivos que assumiu os gabinetes da Gávea. Por outro lado, o período já teve obstáculos e marcou a queda do ex-diretor executivo Zinho e mais um “não” ao Imperador Adriano.

Desde a campanha, a Chapa Azul mobilizou torcedores e aproveitou a intensa rejeição contra Patricia Amorim para chegar ao poder. Eufóricos, os flamenguistas tomaram as redes sociais e usaram o apoio de Zico, maior ídolo da história do clube, na esperança de implantar um regime de profissionalismo no Rubro-Negro. Eleita, a chapa fez festa na sede social e pelas ruas do Leblon na madrugada pós-pleito.

As vice-presidências foram trocadas. Alexandre Wrobel, vice de patrimônio, foi o único mantido da gestão Patricia Amorim. No futebol, Paulo Pelaipe assumiu a direção executiva e manteve o técnico Dorival Júnior após longo período de indefinição. Pesou a favor do treinador a multa rescisória, o que seria inviável ao Flamengo no momento em um discurso de reestruturação financeira.

Neste processo, sobrou para Zinho, ex-diretor executivo. Ele teria o salário reduzido e um cargo mais próximo aos jogadores, algo como diretor técnico. Sem poder de decisão, o profissional optou pela saída e preferiu não trabalhar com a nova diretoria. O adeus deu origem à demora para a renovação de contrato com Renato Abreu e Léo Moura. Apesar da dificuldade, ambos resolveram as questões e seguirão na Gávea.

Por fim, ainda buscando reforços e promovendo o fato de estar fechada “de boca” com dois nomes, a diretoria deixou claro que o atacante Adriano está fora dos planos. O Imperador foi uma tentativa da ex-presidente Patricia Amorim, mas deixou o clube sem nem sequer estrear. Agora, tem a esperança de voltar ao futebol. Na Gávea, as portas estão fechadas para o jogador que diz ter recebido sondagens.

“A torcida tem consciência de que se fizermos qualquer coisa irresponsável vai refletir dentro de campo. Quem sabe, mais na frente, ele [Adriano] não volta ao Flamengo. Espero que seja feliz no caminho que escolher”, afirmou o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

3075 visitas - Fonte: Uol


CONFIRA: Pedro testa positivo para Covid-19 e Flamengo aguarda contraprova

VEJA: STJD indefere liminar do Fla para paralisar Brasileiro durante Copa América














Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:30 - Maracanã - SporTv;Globo
Flamengo
Coritiba

Último jogo - Brasileiro

Domingo - 16:00 - Maracanã
Flamengo
2 0
América-MG