28/3/2021 11:38

Regra que limita troca de técnicos foi uma cortina de fumaça da CBF, diz jornalista

Regra que limita troca de técnicos foi uma cortina de fumaça da CBF, diz jornalista

A CBF divulgou na última quarta-feira (24) a tabela do Campeonato Brasileiro de 2021, além de anunciar como principal novidade o limite para a troca de técnicos nos clubes, que agora poderão demitir e contratar um novo treinador apenas uma vez, assim como os profissionais ficam vetados de pedir demissão para assumir uma nova equipe duas vezes.



No podcast Posse de Bola #111, Mauro Cezar Pereira critica a subserviência dos clubes à CBF e afirma que a medida de limitar as trocas de técnicos serve como uma cortina de fumaça para outras questões, como a quantidade de rodadas nas quais os clubes perderão jogadores para as seleções devido à Copa América e Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022.


LEIA TAMBÉM: Flamengo aguarda aval do departamento financeiro para avançar negócio com Victor Sá


"Me chama a atenção também a subserviência dos dirigentes à CBF, ela é tão grande que os caras ainda votam e aprovam algo que é assim: 'eu preciso de um freio, de uma trava, alguém que me controle, então, CBF, faça isso'. Mas a CBF é capaz? Essa grande cortina de fumaça criada com esse factoide serviu para que se falasse menos, é o que está acontecendo, esse é o verdadeiro absurdo, metade das rodadas do Campeonato Brasileiro com desfalques", diz Mauro Cezar.

"Times mutilados, o campeonato vai ser estuprado pelas competições de seleções, Copa América, essa coisa totalmente descabida, em dois países, é uma piada, e as gloriosas partidas das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Então, teremos um Brasileirão com mais ou menos metade das rodadas com vários times desfalcados. O Palmeiras vai perder muitos jogadores, o Flamengo vai perder muitos jogadores, outros times perderão jogadores também e isso está sendo muito pouco comentado e ninguém falou nada também", completa.

O jornalista cita a ausência do tema nos trechos revelados da reunião realizada por videoconferência entre Rogério Caboclo, presidente da CBF, e os dirigentes dos clubes, e chama a atenção também para a postura do mandatário da entidade que rege o futebol brasileiro.



"Me surpreendeu também o tom, porque o presidente da CBF nas suas aparições públicas, ele sempre é muito, tem a fala mais pausada, mais calminha e ali ele falou grosso, de uma forma muito diferente das suas aparições. Sem ironia nenhuma, eu fiquei surpreso, porque toda vez que eu vejo o Caboclo falando, ele fala muito calmo, parece até médico pediatra quando fala com criança. Uma calma, uma tranquilidade, e de repente ele está falando, até palavrão ele falou ali, falou palavrão com uma ênfase tremenda", conclui.

Flamengo, Regra, Limita, Técnicos, CBF, Mengão

531 visitas - Fonte: Uol


VEJA: River cruza caminho de Inter e Flamengo e se aproxima de fechar com Barco

CONFIRA: Barcelona desiste de negociar goleiro especulado no Flamengo

E MAIS:

CEBOLINHA NO FLAMENGO OU PALMEIRAS? LISTA PRO MUNDIAL; DIEGO COSTA VEM HJ? ANDREAS: MICHAEL E MAIS














Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Carioca

Quarta - 12:00 - Maracanã - Record
Flamengo
Portuguesa-RJ

Último jogo - Brasileiro

Quinta - 21:30 - Arena do Dragão
Atlético-GO
2 0
Flamengo