31/8/2020 10:40

Flamengo ainda carece de consistência para ir além de respiros na tabela

Flamengo ainda carece de consistência para ir além de respiros na tabela

Gabigol comemora gol da vitória sobre o Santos com Dome — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Como efeito imediato na tabela, foi fundamental. Como performance de um time que briga pelo título, ainda muito abaixo do esperado.



A vitória do Flamengo sobre o Santos, na Vila Belmiro, na tarde de domingo deve ser analisada por dois pontos de vista. Caberá ao torcedor escolher o copo meio cheio ou vazio.


LEIA TAMBÉM: Gabigol decide e Flamengo derrota Santos em jogo marcado por interferências do VAR


Do ponto de vista imediato, é fácil e simples. Com o Inter dez pontos na frente no início do domingo, manter essa distância em “somente” sete era primordial. O Flamengo pula para parte de cima da tabela e ganha dias de paz para arrumar a equipe. E é isso.

Números da Partida
Santos x Flamengo


Posse de bola - 53% x 47%
Faltas cometidas - 14 x 26
Finalizações - 22 x 10
Finalizações no gol - 5 x 6
Escanteios - 9 x 2
Do ponto de vista do longo prazo, a exibição diante do Peixe deixa mais dúvidas do que certezas. O dono do melhor elenco do Brasil precisa sofrer tanto para vencer? O dono do melhor elenco do Brasil deve jogar no contra-ataque? O dono do melhor elenco do Brasil pode errar tanto tecnicamente?

A culpa não é somente de Dome. Óbvio que não. Podemos apontar aqui pelo menos cinco chances claras desperdiçadas por Gabriel e Michael, que tornariam a percepção do jogo totalmente diferente. Mas também não dá para negar que o Flamengo perdeu sua identidade e não dá indícios de uma nova.

É inimaginável um time reativo com a quantidade de talento que Domènec tem à disposição. Ou seja, pensando nas próximas 32 rodadas, dificilmente o que se viu na Vila será a regra do Flamengo.

O time teve menos posse de bola contra um time brasileiro pela primeira vez desde a derrota para o próprio Santos em dezembro: 53% x 47%, mas que chegou a 65% x 35% quando o Peixe teve dois gols anulados pelo VAR.

O Flamengo de domingo correu mais atrás da bola do que a teve em seus pés. Foi mais competitivo do que nos últimos jogos? Sim. Melhorou bastante no segundo tempo? Sim. Mas os três pontos não devem ter mais peso do que o que tem na tabela.



Há diferenças básicas e nítidas em relação ao time supercampeão. A marcação pressão deu lugar a uma correria desenfreada de Gabriel na frente, enquanto um bloco maior aguardou o Santos a partir do grande círculo.

O espaçamento entre os setores também chamou a atenção. O Flamengo ampliou o campo, os jogadores estão mais distantes. Bruno Henrique e Gabriel jogam afastados e dialogam menos.

Como o próprio Dome disse em coletiva, há várias maneiras de vencer. A dele é diferente da que o Flamengo estava acostumado. Venceu, mas ainda carece de sintonia fina.

Flamengo, Carece, Consistência, Respiros,Tabela, Mengão

516 visitas - Fonte: Globo Esporte


VEJA: Joia da base do Flamengo entra na mira de clube inglês

CONFIRA: Clube do Flamengo nacionaliza captação de promessas













Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nao foi o melhor flamengo, tão pouco o santos mas foi um jogo proposto pelos 2 times, analisar por numero de posse de bola, não diz a realidade

Roberto Silva     

O Flamengo venceu o santos os tres pontos foi importante mas ainda nao conveceu .

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Carioca

Sábado - 21:05 - Maracanã - CariocaTV;FLATV
Flamengo
Volta Redonda

Último jogo - Libertadores

Terça - 21:30 - Estádio Rodrigo Paz Delgado
LDU
2 3
Flamengo