21/2/2021 09:32

Ex-técnico volta ao Maracanã com chance de taça e vingança contra o Flamengo

Ex-técnico volta ao Maracanã com chance de taça e vingança contra o Flamengo

Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Quis o destino que Abel Braga chegasse na penúltima rodada do Brasileiro a uma página de finalizar um roteiro digno de Hollywood. Hoje (21), o treinador do Internacional visita o seu ex-clube Flamengo, às 16h, no Maracanã, a uma vitória de conquistar uma taça que não passa belo Beira-Rio há 41 anos.



Após assumir o Inter com a saída de Eduardo Coudet, Abel liderou uma campanha silenciosa que colocou seu time na ponta da tabela. Do outro lado, um concorrente que ele conhece muito bem, mas que provocou uma ferida ainda aberta no comandante, famoso por se relacionar de peito aberto e de se entregar aos clubes que dirige.


LEIA TAMBÉM: Flamengo tem mais uma baixa e memes tomam conta da web


Contratado como primeiro treinador da gestão de Rodolfo Landim, Abel voltou para a Gávea com a expectativa de receber em mãos um timaço e fazer história. Os reforços vieram, os resultados até apareceram, mas o comandante nunca esteve confortável no cargo. Apesar do ambiente sadio com seus comandados, viu as cornetas que começaram do lado de fora contaminarem a cúpula rubro-negra.

Ante muitos questionamentos sobre suas preferências na escalação e outras cobranças também da arquibancada, que enxergava o profissional como alguém muito identificado ao Fluminense, Abel sucumbiu. Com um título do Carioca de 2019 no bolso e a vaga para as oitavas de final da Libertadores na mão, Abelão, desconfiado de que a direção já procurava um substituto, pediu demissão e saiu sem olhar para trás, para alívio da maioria dos dirigentes rubro-negros.

"O que eu não gostei é que não houve verdade. O Flamengo poderia me comunicar que procurava outro treinador. Ponto final. Não foi feito. Achei deselegante e pedi demissão. Fomos campeões do Carioca, nos classificamos em primeiro no grupo da Libertadores, algo que o Flamengo não fazia há 11 anos. E, depois que eu saí, não se esqueçam que chegaram jogadores como Rafinha, Mari, Filipe Luís e Gerson", disse ele.

Para se ter uma ideia de como o divórcio ficou mal resolvido, um de seus principais detratores, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, vice de relações externas, foi processado por ele após palavras duras em entrevista ao blog "Ser Flamengo":

"Houve um momento em que a gente achava, e a gente discutia internamente, que ele devia estar de sacanagem. A gente olhava ele dando entrevista e a gente falava "cara, tem alguma coisa que a gente não está entendendo. Ou ele bebeu ou ele está drogado".

Longe do Ninho, o vitorioso técnico viveu um inferno astral que contou com passagens fracassadas por Cruzeiro e Vasco. Esquecido pelo mercado, Abel, que não esconde sua mágoa com o Fla até hoje, se recolheu e ficou sete meses sem trabalhar. Até que um chamado do Colorado mudasse o curso das coisas.

O Rubro-negro, contudo, foi sempre um fantasma que seguiu rondando mesmo em porto Alegre. Até mesmo a frase polêmica sobre o Beira-Rio foi assunto quando ele voltou ao Sul. Porém, o treinador logo frisou que não tem sentimento de "revanche" no duelo com Fla. O "gostinho especial" de poder ser campeão contra o Rubro-Negro não existe, ele garante. O sentimento será de alegria ao rever seus comandados.

"Vou dar um abraço em cada um dos jogadores. Especial, apenas, será rever os amigos que deixei lá. O que é especial para mim é poder colocar este clube (Inter), depois de 41 anos, novamente como campeão brasileiro. Isso é especial e diferente para mim. Os três pontos do Flamengo serão os mesmos de contra qualquer clube", afirmou.

"O Abel é um treinador histórico, não só para o Inter mas como para todo Brasil. Eu me sinto um privilegiado de conviver com ele. É uma pessoa afável, aberta ao diálogo, vem trabalhando de uma forma interdisciplinar. Ele escuta os mais novos, escuta os mais velhos, os dirigentes, os jogadores, tem muito respeito por todos e pela história do Inter", elogiou o vice de futebol João Patrício Herrmann.



Para evitar a festa de Abel dentro de sua própria casa, o Fla não pode perder. Se vencer, ultrapassa a equipe do "desafeto" e chega na última rodada com dois pontos de diferença. Mais do que o troféu do Brasileiro, há questões pessoais em jogo no Maracanã.

Flamengo, Ex-técnico, Maracanã, Taça, Vingança, Mengão

237 visitas - Fonte: Uol


CONFIRA: Flamengo terá reforços para engrenar na próxima rodada do Carioca

VEJA: Torcedores do Flamengo comentam transmissão de jogo do Campeonato Carioca na Record













Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Edmundo Amaral     

fica por lá abelao

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Carioca

Sábado - 18:00 - Maracanã -
Macaé
Flamengo

Último jogo - Carioca

Terça - 21:30 - Maracanã
Flamengo
1 0
Nova Iguaçu