Desconcentrações persistem no Flamengo apesar de altitude, cansaço e gramado.

15/4/2024 06:18

Desconcentrações persistem no Flamengo apesar de altitude, cansaço e gramado.

Flamengo: desligamento preocupante nos jogos recentes e falta de objetividade na administração de resultados.

Desconcentrações persistem no Flamengo apesar de altitude, cansaço e gramado.

Ninguém duvida que o péssimo gramado do Serra Dourada atrapalhou a circulação da bola diante do Atlético. Ou que o desgaste pela sequência de jogos faça a intensidade cair no 2º tempo de determinados jogos. Menos ainda que a altitude influencie no desempenho dos jogadores. O Flamengo teve tudo isso para atrapalhar em jogos recentes, mas há algo mais preocupante em curso. Existe muito em comum entre os 35 minutos com um homem a mais em Bogotá - com direito a empate cedido e nenhum chute no gol -, a 2ª etapa diante do Palestino na última quarta-feira, e o bisonho tempo complementar com superioridade numérica por mais de 60 minutos contra o Atlético Goianiense. Em todos os casos citados acima o Flamengo se desligou do jogo. Passou a administrar resultados magros sem a menor garantia da vitória. Até quando os espaços surgiam, exemplos dos jogos contra Millonarios e Palestino, a equipe optava por desacelerar de forma burocrática, sem objetividade para construir um resultado mais confortável.

Bruno Henrique lamenta gol do Millonarios contra o Flamengo
Foto: Andres Rot/Getty Images

É difícil imaginar que seja algo orientado pela comissão técnica. A posse pela posse, sem circular rapidamente a bola, sem mover as peças de forma que as linhas de passe em progressão possam surgir. Chamou muito atenção, por exemplo, a dificuldade que o Flamengo teve de entrar na defesa do Dragão durante toda a 2ª etapa neste domingo. Mesmo considerando os méritos dos goianos. Em fase defensiva, o comportamento nocivo também tem aparecido na abordagem passiva de marcação de quem está mais perto da bola.

O time se posiciona, é bem treinado para isso, mas a atitude para forçar o adversário a tocar para trás ou realizar um desarme vem faltando quando o Flamengo percebe que tem a vantagem no placar e uma situação favorável de jogo. Outro sintoma aparece nas bolas paradas aéreas. Foram três finalizações cedidas desta forma em 15 minutos de 2º tempo contra o Palestino, time de média de altura baixa para os padrões brasileiros. Outras três cedidas da mesma forma ao Atlético Goianiense depois do intervalo, mesmo com um jogador a mais em campo.

Atlético-GO x Flamengo no Serra Dourada
Foto: Ingryd Oliveira/ACG

Algo impensável para a versão ''Flamengo focado'' já vista nesta temporada. Sabe-se muito bem o quanto Tite valoriza e trabalha as bolas paradas defensivas e ofensivas. Basta ver a postura corporal dos jogadores em escanteios e faltas laterais dos adversários nos momentos distintos dos jogos. Com o placar sem vantagem ao Flamengo, e depois com o time rubro-negro vencendo. Tem sido nítida a disparidade. É óbvio que o treinador ou qualquer outro integrante da comissão técnica não vai externar caso pense desta forma, mas é bom reavaliar internamente esses lapsos. Já foram um padrão de comportamento de boa parte deste grupo na temporada 2023, inclusive em jogos decisivos.

469 visitas - Fonte: -


VEJA TAMBÉM
- Novidades na Escalação do Flamengo para o jogo contra o Amazonas, confira
- Flamengo desembarca em Manaus para jogo da Copa do Brasil com festa para Gabigol
- VAI MEXER! Flamengo terá mudanças na escalação para próxima partida no Campeonato Brasileiro.



Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

publicidade

Brasileiro

Sb - 21:00 - -
X
Vasco Da Gama
Flamengo

Libertadores

Qua - 21:30 -
4 X 0
Flamengo
Bolívar