7/5/2017 21:53

Virada rubro-negra marca vingança no Fla-Flu que demorou 22 anos

Virada rubro-negra marca vingança no Fla-Flu que demorou 22 anos

Há vinganças no futebol que demoram. Em uma rivalidade que já dura mais de um século: o Flamengo esperou 22 anos para se vingar do Fluminense pelo gol de barriga de Renato Gaúcho. E devolveu a derrota na final com uma virada suada, e com gols nos últimos minutos, como naquela decisão de 1995. Uma reviravolta que, diga-se, fez justiça ao domínio rubro-negro nas duas decisões.

A vantagem de empate do Flamengo se esvaiu tão cedo que foi como se não tivesse existido. Mais uma falha da defesa rubro-negra na bola permitiu o desvio no primeiro pau e a conclusão de Henrique Dourado para o gol. Seria um novo Fluminense nesta segunda final em relação ao dominado no primeiro jogo?

Bem, a postura tricolor era mais agressiva com marcação na saída de bola e mais presença na frente. Mas a verdade é que, logo em seguida, o Flamengo se tornou dominante como ocorrera no primeiro encontro. A armação escolhida por Zé Ricardo com Trauco no meio e Renê na lateral dava superioridade ao time rubro-negro tanto ao bloquear os ponteiros rivais quanto por ter três homens no setor esquerdo do ataque.

O Flamengo, no entanto, não era tão incisivo quanto no primeiro jogo, e nem a zaga do Fluminense era tão vacilante. Como resultado, o time tricolor manteve a vantagem na etapa apesar de ser ver ameaçado pelo menos em uma chance clara de Éverton.

De volta, as armações dos times eram iguais, mas o jogo mudou. Além da bola aérea, o Flamengo passou a se expor também aos contra-ataques tricolores. Wellington Silva e Richarlison tinham um espaço que antes não lhes era permitido, e o Fluminense voltou a desenvolver seu jogo de passes rápidos. A partir daí, a partida era mais aberta e equilibrada.

A arquibancada inflamava dos dois lados, com a predominância grande de presença rubro-negra, mas o gol não saía. E os dois técnicos procuraram novas soluções. Zé Ricardo tirou o Berrío, que não encontrava espaço para sua velocidade, e pôs Gabriel. Para compensar, buscou na arrancada de Rodinei, que dera certo contra a Católica, sua jogada incisiva pela direita. Abel Braga apostou em Maranhão para jogar o que Wellignton não conseguiu.

O ritmo frenético do início do segundo tempo cobrou seu preço e a velocidade reduziu-se. A aposta rubro-negra era nas triangulações para achar Guerrero. O peruano não era brilhante como nos dois últimos jogos, mas mantinha o seu alto padrão de atuações desse ano. Era dele o pivô que dava jogo ao Fla, mas lhe faltava espaço para a conclusão diante da boa marcação da zaga tricolor.

Até que, por uma das ironias do destino, a bola aérea que era mais perigosa na outra área rendeu o gol rubro-negro. Réver ganhou a disputa pelo alto, Diego Cavalieri rebateu e Guerrero meteu a bola para dentro. Na minha opinião, houve falta de Réver em Henrique ao subir no lance.

A poucos minutos do final do jogo, o gol rubro-negro foi praticamente uma morte súbita. Não restavam forças ao tricolor para reagir, o que ocorreu de forma atabalhoada na base de um abafa improdutivo. Duas arrancadas de Rodinei com a defesa rival aberta levaram à expulsão de Diego Cavalieri e depois ao gol da virada já com Orejuela embaixo das traves, e perdido.

A corrida de Rodinei para chegar ao último gol lembrou aquela de Renato Gaúcho, então rubro-negro, para fazer o gol decisivo sobre o Atlético-MG na semifinal do Brasileiro de 1987. Um lance que o rubro-negro poderá guardar na memória para substituir o de 1995, um capítulo a seu favor nesta que é a rivalidade mais tradicional do país.

897 visitas - Fonte: Uol Esportes


VEJA TAMBÉM
- Dorival prega recuperação do Fla no Brasileiro e quer permanência de Andreas: "Melhor contratação neste momento"
- [COMENTE] Como você avalia o desempenho do Flamengo na vitória diante do América-MG?
- Não assistiu ao jogo? Leia aqui o resumo e ficha técnica da partida entre Flamengo e América-MG pelo Campeonato Brasileiro

VEJA: Ferreirinha no Flamengo? Jornalista projeta valor para comprar o atacante; veja o salário

CONFIRA: Flamengo solicita contas e Paulo Sousa aguarda pagamento de multa integral para voltar a Portugal















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Fla , Men , gol. ( Flamengo) demais.

o choro coletivo dos anti Flamenguista, é a suposta falta do Réver , mais é Só Rever o Lance q veremos o Zagueiro do florminse segurando o Guerreiro , impedindo ele de ir em direção da bola ,antes do lance do Réver! aos 40 min do segundo tempo, maracanã lotado, agarra agarra na área , Qual juiz que marcaria pênalti no Guerreiro ou falta em um zagueiro em uma situação dessa?

Deus disse quem ganhasse risse, vms deixar essa conversa de vingança p lá, isso é futebol não é guerra se fosse p escolher eu preferia o de 95 pois o estadual antes era mais gostoso , claro que ganhar é melhor do que perder .Sempre mengão .

esse torcida e top do podia ser a do Mengo prbns Zé Ricardo vc demostrou q vc é o mlr técnico de revelações de todos tempos prbns presidente o mlr presidente do mundo do mengao golaço do guerrero é do Rodney são craques esse ano é tudo nosso somos campeão consta o Fla jogou mto rever Vaz para Rodney trauco René Márcio Araujo William arão Everton Berrio Gabriel Paolo Guerrero as agora o Zé Ricardo amostrou q e o mlr técnico do Brasil pode ter ctz vms ganhar MTS títulos esse ano são craques cracaços TMS com elencaço e campeão e campeão campeão campeão campeão aqui e Flamengo rumo aos títulos e rumo ao hepta Conca já já vai tá voltando jgr mto é craque Ederson tmbm jogadorzaços Diego Ribas já vai tá jgndo Thiago santos tmbm jgr mto é Everton ribeiro já já vai vim pro mengao jgr mtos pra mim já é do mengao aqui e Flamengo rumo aos títulos e rumo ao hepta

Flamengo sempre Flamengo sempre Flamengo amo meu Flamengo sempre Flamengo!!!!!

Suor que se misturam a lagrimas
Emoção que arrepia a alma
No compasso da batida ensurdecedora
Ecoa uma torcida vencedora

Negros, Pardos, caucasianos
Brasileiros, Turcos ou Italianos
Nossa Nação cresceu
De prêmio mais uma o Flamengo venceu

Primeiro objetivo alcançado
Título carioca levado
Com guerreiros a mil
Buscaremos a Copa do Brasil

De nada temos medo
Jogando na capital, litoral ou interiores
Com Raça, Amor e Paixão
Ganharemos a Libertadores

Temos guerreiros e soldados
Comandante está ligeiro
Agora estufar o peito
Para levarmos o Brasileiro

O canto da torcida
Faz um barulho infernal
O mundo inteiro verá
FLAMENGO novamente campeão mundial.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Libertadores

Quarta - 21:30 - Manuel Murillo Toro - ESPN
Tolima
Flamengo

Último jogo - Brasileiro

Sábado - 19:00 - Maracanã
Flamengo
3 0
América-MG