30/7/2021 12:16

Fla mantém rotina de massacres e Renato administra craques por time com gás

Fla mantém rotina de massacres e Renato administra craques por time com gás

A goleada por 6 a 0 sobre o ABC foi mais um capítulo de uma doce rotina que a torcida do Flamengo tem experimentado desde que Renato Gaúcho assumiu o comando da equipe rubro-negra.



LEIA TAMBÉM: Após marcar contra o ABC, Gabigol entra em top 10 da história da Copa do Brasil; confira


Com nada menos que 21 gols marcados em cinco jogos (e apenas dois sofridos), os rubro-negros somam cinco vitórias em cinco jogos, e estão nas quartas da Libertadores e virtualmente classificados para a mesma fase pela Copa do Brasil. Além de uma mudança no astral no clube, Renato contou com o grupo inteiro à disposição e vem administrando seus astros para ter todos "voando".

No Grêmio, o ex-atacante foi criticado por vezes por abrir mão de determinadas competições e promover muitas mudanças no time. Já na Gávea, ele aproveita a fartura do elenco para dar rodagem a todos e manter os jogadores em forma e descansados na medida do que for possível.

Principal arma ofensiva do Fla, o quarteto formado por Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol tem iniciado sempre como titular. Com exceção de Bruno, que só atuou três vezes com Renato —por estar voltando de lesão—, os outros começaram as demais partidas. Os quatro, no entanto, foram preservados quando alguns duelos estavam já resolvidos.

No "ranking" de minutos dos homens de frente, o uruguaio lidera sob a gestão do gaúcho, com 404 minutos em campo. Gabriel (401), Everton (389) e Bruno (228) fecham a lista. Ontem (29), Gabigol ensaiou uma reclamação quando foi substituído, mas Renato fez graça com a situação e chamou o artilheiro de "chato". O comandante explicou a estratégia.

"Tem uns três ou quatro jogadores que não gostam de sair. Mas tem de sair, não tem jeito. Não tem nenhuma cláusula no contrato que impeça de sair. A gente tem que pensar jogo a jogo. A gente quer que todo mundo ?esteja pronto, mas vão ter momentos que alguns jogadores vão pedir pra ficar de fora por cansaço", disse Renato.

No confronto diante dos potiguares, Rodrigo Caio, Filipe Luís e Gustavo Henrique foram preservados por precaução. A ideia da comissão técnica era dar mais quilometragem a nomes que vinham atuando menos e deixar os titulares na ponta dos cascos para a rodada do Brasileiro. No Maracanã, Bruno Viana, Léo Pereira e Renê foram escolhidos e cumpriram seus papéis.

"Conversei com alguns jogadores que estavam cansados e que estavam jogando praticamente todas as partidas. Aí é hora de entrar em ação. Todos são importantes, falo para eles estarem preparados. Preciso de todo mundo, teremos problemas de lesão, cansaço e cartão", acrescentou.

Com a vaga às quartas de final na Copa do Brasil praticamente na mão, a tendência é que a equipe seja muito mexida para o confronto em Natal. A ideia inicial é incluir jovens da casa na lista de relacionados para o jogo de volta.



De olho no tri do Brasileiro, o Rubro-negro volta suas atenções para a disputa e encara no domingo (1) o Corinthians, às 16h, na Neo Química Arena.






Flamengo, Rotina, Massacres, Renato, Mengão

693 visitas - Fonte: UOL Esporte


VEJA: Segundo site proposta milionária pode obrigar Flamengo a vender Arrascaeta

CONFIRA: Lateral agita o mercado brasileiro perto do fim da janela
















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Domingo - 11:00 - Independência - Premiere
América-MG
Flamengo

Último jogo - Libertadores

Quarta - 21:30 - Maracanã
Flamengo
2 0
Barcelona-EQU