11/8/2021 09:43

Na Libertadores de 2012, Olimpia foi responsável direto por eliminação cruel do Rubro-Negro; relembre

Na Libertadores de 2012, Olimpia foi responsável direto por eliminação cruel do Rubro-Negro; relembre

Marín no momento em que marca o gol de empate na partida entre Flamengo x Olimpia pela Conmebol Libertadores de 2012 no Estádio Nilton Santos VANDERLEIALMEIDA/AFP via Getty Images

O Flamengo encara o Olimpia nesta quarta-feira (10) no Paraguai pela primeira partida das quartas de final da Conmebol Libertadores. Sonhando com o tricampeonato da competição, o Rubro-Negro busca um resultado positivo em Assunção para dar um passo rumo a mais uma semifinal do torneio continental.



O duelo entre Olimpia x Flamengo terá transmissão ao vivo do FOX Sports a partir das 18h30 e acompanhamento em tempo real com vídeos no ESPN.com.br.


LEIA TAMBÉM: Flamengo embarca para o duelo com Olimpia; dirigentes explicam sobre Arrascaeta e reforços


No entanto, a última lembrança que o clube carioca tem com os paraguaios não é nada boa. Em 2012, o Decano foi diretamente responsável por uma trágica eliminação do Flamengo na fase de grupos da Libertadores.

Naquela edição, com um elenco que contava com Ronaldinho e Vágner Love, o clube da Gávea esteve no grupo 2, ao lado, além do Olimpia, de Lanús e Emelec.

Nos dois confrontos contra os paraguaios, lembranças que a torcida rubro-negra busca esquecer e que, em 2021, pretende reverter, já que, nas duas partidas, apenas um ponto conquistado e eliminação precoce na fase de grupos do torneio.

Do show à reação paraguaia
No dia 15 de março de 2012, o torcedor do Flamengo que compareceu e lotou o Estádio Nilton Santos foi do céu ao inferno. O que era uma noite tranquila, virou um pesadelo.

Até os 31 minutos do segundo tempo, os comandados por Joel Santana venciam com sobras o Olimpia por 3 a 0, gols de Bottinelli, no primeiro tempo, Ronaldinho e Luiz Antônio, no segundo.

Mas, um apagão geral fez o clube carioca desligar na partida e ver o Decano reagir e buscar o empate em 12 minutos. Aos 31, Zeballos fez o primeiro. Sete minutos depois, Cabellero fez o segundo e acendeu o alerta vermelho. O balde de água fria veio aos 43, com chute cruzado de Marín.

O resultado, no entanto, ainda mantinha o Flamengo na liderança da chave com cinco pontos. Mas, tudo mudaria no returno.

Derrota no Paraguai e complicação na chave
Na primeira rodada do returno, o Flamengo foi até o Defensores Del Chaco encarar o Olimpia. No entanto, o resultado negativo complicou o clube carioca.

Os paraguaios saíram na frente com Órteman, atual treinador do clube. O Flamengo empatou com Vágner Love. Mas, Zeballos e Aranda, que passaram depois por Botafogo e Vasco da Gama, respectivamente, recoloram o Olimpia na frente. Bottinelli até diminuiu, mas nada que conseguisse reveter o resultado.

Na rodada seguinte, o Flamengo fez outra partida fora de casa e perdeu. Dessa vez para o Emelec. Enquanto o Lanús goleou o Olimpia, foi a 10 e carimbou classificação.

Com os resultados, o Rubro-Negro, com cinco pontos, chegava à rodada final precisando vencer e necessitando de um empate entre equatorianos, que tinham seis, e paraguaios, que possuíam sete, para avançar.

Flerte com o milagre e eliminação traumática
Na última e decisiva rodada, o Flamengo recebeu no Estádio Nilton Santos o já classificado Lanús e, sem dificuldades, venceu por 3 a 0, gols de Welinton, Deivid e Luiz Antônio. Mas, precisava que Olimpia e Emelec empatassem no Paraguai para avançar.

No Defensores Del Chaco, o Emelec vencia por 2 a 1 até os 47 minutos do 2º tempo. No Rio de Janeiro, o árbitro Wilmar Roldán já havia apitado o fim da partida. Com isso, torcida e jogadores faziam uma corrente pelo empate paraguaio. E ele veio. Zeballos deixou tudo igual e classificava o Flamengo. O flerte com a classificação era real, vibração no Engenhão.


Vágner Love em lágrimas sendo consolado por Bottinelli após eliminação do Flamengo na Conmebol Libertadores de 2012 Livia Villas Boas/Agif/Gazeta Press

"Supresa boa, tomara que termine logo para a gente garantir essa classificação". Foi com essas palavras que Léo Moura, ao vivo no FOX Sports, vibrava com a, até então, vaga nas oitavas.



Mas, aos 48, após cobrança de escanteio, Quiñónez fez 3 a 2 para os equatorianos, eliminando o Flamengo, silenciando a Nação presente no Nilton Santos e fazendo até Vágner Love, um dos destaques do clube e que aguardava em campo junto com o restante do elenco, ir às lágrimas. Eliminação traumática na Libertadores.

Flamengo, Olimipia, Libertadores, Rubro-negro, Eliminação, Histórico, Relembre

495 visitas - Fonte: ESPN


VEJA: Alvo de Flamengo e São Paulo, Soteldo negocia com novo clube para 2022

CONFIRA: Ferreira está na pauta do Flamengo para substituir Michael

E MAIS: DIEGO COSTA FECHOU? TATY NO VERDAO? LEILA EM CRISE; ISCO NO FLA? ARRASCAETA; IVAN E +2 NO TIMAO;













Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Vai para merda SEGUNDONA

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Carioca

Quarta - 12:00 - Maracanã - Record
Flamengo
Portuguesa-RJ

Último jogo - Brasileiro

Quinta - 21:30 - Arena do Dragão
Atlético-GO
2 0
Flamengo