10/1/2021 08:47

Diego Maurício cita sua geração como divisor de águas e revela surpresa com mudanças na estrutura: Estou no paraíso?

Diego Maurício cita sua geração como divisor de águas e revela surpresa com mudanças na estrutura: Estou no paraíso?

Mesmo com maior investimento em contratações nos últimos anos, o Flamengo ainda aposta em jovens de suas categorias de base e consegue revelar nomes que são negociados a altos preços, como foram os casos de Vinícius Júnior, Lucas Paquetá e Reinier.



Toda essa situação foi favorecida pela melhora na estrutura do clube, com obras importantes no centro de treinamento. Cria da base rubro-negra, Diego Maurício viveu momentos mais difíceis por lá. Em entrevista ao ESPN.com.br, o atacante contou como se surpreendeu em visita ao Ninho do Urubu em 2019.


LEIA TAMBÉM: Clube japonês aceita contraproposta, e Lincoln se aproxima de saída do Flamengo


“Eu saí do Flamengo em 2012, voltei em 2019, seis anos e meio sem ir ao Ninho do Urubu. Era uma situação bem difícil, quando eu saí de lá, do CT, e, quando eu cheguei lá me perguntei: ‘Estou onde? No paraíso?”, disse.

“A estrutura é uma coisa espetacular. O Flamengo sempre foi grandes, mas, hoje, tem pessoas que são grandes, também, administrando o clube. Isso é muito importante. Pessoas que querem que o clube cresça”, completou.

Se hoje a transição com o time profissional consegue ser mais ordenada, por conta do elenco mais recheado, o Flamengo nem sempre conseguiu fazer assim. Diego lembrou que o número de atletas da base, em sua época, era bem maior pelo momento e a necessidades do clube.

“Eu acho que a minha fase foi um divisor de águas. Porque, naquele momento, subi para o profissional, fui para a seleção sub-20, com Neymar, Casemiro, Oscar, Lucas Moura e tantos outros. E foi um divisor de águas, porque o Flamengo não tinha um jogador na seleção de base, sendo campeão brasileiro e mundial no mesmo ano há bastante tempo. Só que, antes, já tinha o Renato Augusto, muitos jogadores”, avaliou.

“Só que, naquele momento, subiram bastantes jogadores da base. Flamengo estava precisando de grandes jogadores da base, porque os contratados não estavam correspondendo. Então, eles pensaram bem na base. Foi um momento bom, porque, quando a gente subiu, demos conta do recado, e isso abre a oportunidade para outros subirem, também”, finalizou.



Entre 2010 e 2012, Diego Maurício vestiu a camisa do Flamengo em 78 oportunidades. Ao todo, o atacante, apelidado de Drogbinha, balançou as redes oito vezes.

Flamengo, Diego Maurício, Geração, Surpresa, Mudanças, Estrutura, Mengão

576 visitas - Fonte: ESPN


VEJA: Flamengo teme perder atletas para as seleções

CONFIRA: Clube do Flamengo nacionaliza captação de promessas













Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Está no Odisha FC da Índia, e está com 29 anos já.

Rani Macedo     

Faltou falar por onde ele anda

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Libertadores

Quarta - 21:00 - Maracanã - SBT;FOXSPORTS
Flamengo
LDU

Último jogo - Carioca

Sábado - 21:15 - Maracanã
Fluminense
1 1
Flamengo