Distanciamento de Cacau Cotta evidencia racha político no Flamengo em ano eleitoral

11/5/2024 02:54

Distanciamento de Cacau Cotta evidencia racha político no Flamengo em ano eleitoral

Distanciamento de Cacau Cotta evidencia racha político no Flamengo em ano eleitoral

O dia do Flamengo começou com protesto no Ninho do Urubu e ganhou mais um capítulo nos bastidores. O diretor de relações externas, Cacau Cotta, vive um momento de distanciamento e esvaziamento das funções do futebol, em meio a uma turbulência com Marcos Braz, vice-presidente de futebol e forte aliado do presidente Rodolfo Landim. O presidente já ensaia uma mudança no departamento de futebol. +Torcedores protestam no Ninho do Urubu antes de treino do Flamengo +Escalação do Flamengo: evolução clínica definirá se Arrascaeta será titular; BH está fora O afastamento na relação, que por muito tempo foi de amizade, começou quando a pré-candidatura de Cacau a Vereador do Rio de Janeiro chegou aos ouvidos de Braz. O vice de futebol do Flamengo planeja se reeleger no cargo nas eleições de outubro. A movimentação na política externa causou incômodo ao VP, que teme possível perda de votos. A partir disso, a relação entre as partes se tornou estritamente profissional. Desde 2019, Cacau é o representante em conversas com FERJ e Conmebol, ao lado do diretor executivo Bruno Spindel. Braz quase não participava dos encontros institucionais, mas quando marcava presença incomodava Cacau, que se sentia invadido e escanteado. +Tite, do Flamengo, volta a enfrentar Corinthians após 15 anos; veja retrospecto Outra atividade de Cacau era a presença nas viagens com a delegação e nos vestiários dos jogos. Com o evidente racha por causa de política externa, Cacau parou de participar dos eventos com as instituições e passou a ficar fora das viagens com a delegação. Neste mesmo momento, Braz, que pouco frequentava esses eventos, se tornou figura ativa nos bastidores. Não há uma proibição para que Cacau viaje com a delegação, porém, internamente, acredita-se que não há mais clima para o dirigente transitar no futebol. Exposição fez Landim tomar atitude Foram dois movimentos que fizeram o presidente acompanhar de perto a situação. O primeiro deles aconteceu no dia 22 de abril, véspera de feriado no Rio de Janeiro. Cacau Cotta divulgou um vídeo nas redes sociais relatando sua participação em uma reunião com a CBF. O fato causou estranheza porque outras pessoas do clube não tinham conhecimento da reunião. O ge apurou que não há registro formal na CBF de qualquer reunião com o Flamengo naquela data e que um funcionário de alto escalão da CBF ligou para o departamento de futebol do clube para entender a publicação feita por Cacau. O assunto causou atrito na cúpula do futebol, e o presidente ligou o alerta com o cenário que estava se desenhando. Na mesma semana, Cacau foi convidado por Landim para ir com a delegação a La Paz, onde o Flamengo enfrentou o Bolívar. Braz não estava na viagem porque tinha compromissos na Câmara dos Vereadores.

Cacau Cotta, diretor de relações externas do Flamengo, e Marcos Braz, vice-presidente de futebol — Foto: Reprodução
Cacau Cotta, diretor de relações externas do Flamengo, e Marcos Braz, vice-presidente de futebol — Foto: Reprodução

Na viagem, Landim se reuniu com Cacau para tratar sobre a situação e o evidente racha com Braz. O segundo momento que causou irritação nos bastidores aconteceu no último sábado, com a troca de mensagens entre Braz e Cacau nas redes sociais. O VP de futebol ironizou o fato de a rodada do último final de semana do Campeonato Brasileiro não reservar jogo às 11h de domingo. Cacau foi provocado por um torcedor, na internet, que perguntou sobre onde estaria o diretor de relações externas. Ele respondeu e afirmou que reclamações sobre calendário agora não teriam efeito. Ainda na resposta, Cacau comentou que os questionamentos deveriam ter sido feitos no arbitral, quando a tabela do Brasileirão foi definida. A exposição não caiu bem internamente e incomodou diretamente o presidente do Flamengo , que foi quem participou do arbitral. O ge apurou que, na última terça-feira, Landim se reuniu mais uma vez com Cacau. A partir disso, o esvaziamento do dirigente das funções importantes do futebol passou a ser visto como questão de tempo por quem transita no Ninho e na Gávea.

Cacau Cotta fala sobre reunião com a CBF — Foto: Reprodução
Cacau Cotta fala sobre reunião com a CBF — Foto: Reprodução

Cacau continua no cargo, porém, exercerá apenas as funções pontuais e operacionais, como reuniões com FERJ, BEPE e organizações de jogos. O presidente é entusiasta de que membros do Conselho de Futebol façam a função de relacionamento com a CBF e com a Conmebol. Diogo Lemos é quem vai tomar a frente nos diálogos com as instituições daqui para frente. Ele também é o responsável pelo plano de governo da atual gestão para a eleição. Marcos Braz segue como vice-presidente de futebol do clube.

Rodrigo Dunshee, Cacau Cotta e Rodolfo Landim — Foto: Reprodução
Rodrigo Dunshee, Cacau Cotta e Rodolfo Landim — Foto: Reprodução

204 visitas - Fonte: -


VEJA TAMBÉM
- MAIS 3! Fla se mantém como líder e afunda rival no Z-4
- GOOOOOOOOOL DO FLA! 1X0 NO FLA-FLU
- Novo Estádio do Flamengo: Poderá ser o modelo do Bayern de Munique



Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

publicidade

Brasileiro

Qui - 20:00 - -
X
Flamengo
Bahia

Brasileiro

Dom - 16:00 - Ligga Arena
1 X 1
Atletico Paranaense
Flamengo